Rio de janeiro, 20 de outubro de 2017

Conheça os segredos para se sair bem na redação do Enem

Fonte: -IG Educação – 18/07/2017 

A produção de texto é, na maioria das vezes, uma das melhores maneiras de avaliar diversos quesitos como a argumentação, domínio da língua portuguesa, interpretação do enunciado, organização estrutural e outros pontos que podem ser decisivos na seleção de candidatos por meio de vestibulares, concursos, e até entrevistas de emprego.

No Exame Nacional do Ensino Médio ( Enem ) não é diferente. A nota da redação pode ser a salvação para muitas pessoas, pois tem peso maior do que as provas de alternativas. Ao mesmo tempo, por ser uma etapa fundamental, ela também é capaz de prejudicar seriamente o desempenho de quem não conseguir atingir uma nota acima de zero.

Parece coisa de outro mundo? Mas não é. Só na edição anterior do exame, mais de 84 mil candidatos zeraram na redação por não terem atingido os requisitos básicos exigidos pelo Manual da Redação do Enem.

Por isso, além de saber todas as regras utilizadas para a correção do seu texto, o participante deve ter em mente que não se pode fugir do tema, copiar o texto motivador que vem com a prova, escrever menos do que o solicitado, não atender o tipo textual, escrever alguma parte desconectada do tema ou sugerir propostas que ferem os direitos humanos.

Outra dica que pode ajudar a treinar a escrita para o dia do exame é tentar escrever textos para os temas solicitados nas edições anteriores , desde 2009, e depois compará-la com as redações nota 10 daquele ano.

Em 2016, por exemplo, o tema foi “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”; “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira” foi o tema em 2015. Já em 2014, os candidatos tiveram que discorrer sobre “Publicidade infantil em questão no Brasil” e “Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil”, em 2013.

Utilizar contexto histórico para tratar dos assuntos também é um ponto muito importante para melhorar o desempenho. Segundo a professora de redação Fabiana Freitas, do projeto de pré-vestibular Bora Vencer, do Governo de Brasília, ter em mente a estrutura social brasileira e vincular os fatos novos ao processo histórico são pontos fundamentais para um texto bem escrito.

“O Enem gosta que o aluno perceba que o que existe hoje possui uma raiz histórica. O estudante deve, principalmente, manter-se atualizado no que diz respeito aos direitos das minorias sociais e à Constituição”, afirma ela.

O vocabulário é outro ponto a ser levado em consideração. Não é permitido gírias, mas também não é preciso usar termos que sejam de difícil entendimento ou rebuscados demais.

Um jeito de driblar o tempo, que para muitos é um vilão na hora de escrever, é fazer um texto com as ideias já organizadas previamente. “Aprender a discorrer no texto tendo tópicos como base. Qual vou colocar na introdução? E na argumentação? Assim, o rascunho pode ser elaborado em tópicos e, na hora de passar o texto a limpo, o aluno tem mais facilidade de desenvolver”, conclui Fabiana.

Enem 2017

O exame deste ano será realizado em dois domingos seguidos, diferente dos outros anos. As datas escolhidas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) foram os dias 5 e 12 de novembro.

A ordem de aplicação dos conteúdos também foi alterada. Desta vez, no primeiro domingo, dia 5, serão aplicados os exames de Linguagens, Ciências Humanas e Redação, e os candidatos terão 5 horas e 30 minutos para a realização.

Já no segundo dia, 12, os participantes terão que lidar com as questões das provas de Matemática e Ciências da Natureza, com 4 horas e 30 minutos de duração. Um dos fatores que motivaram o instituto a modificar o exame para os domingos foi a facilitação para os candidatos sabatistas, que tradicionalmente precisavam esperar até às 19h do sábado para iniciar a prova.

Voltar

© Direitos Reservados - Sindicato dos Estabelecimentos de Educação Básica do Município do Rio de Janeiro
Rua da Assembleia, 77, 22º andar - Centro - Rio de Janeiro - Cep 20011-001 – Tel:. (21) 2242-0570

Tecnologia: Sistema de Edição Online - Powered by Plataforma Digital - Colégio 24 Horas

design